Viva Magenta, a cor de 2023 na Arquitetura
Como de costume, todos os anos a Pantone elege sua cor do ano. Nesse ano, 2023, a cor eleita foi Viva Magenta. Um tom que passa força e energia. Em contraposto ao ano da tecnologia, foi escolhido algo ligado a natureza, então, inspirado no corante natural vermelho cochonilha, o qual é retirado de pequenos insetos parasitas. Esta tonalidade é corajosa, destemida e exuberante, impulsionando a celebração, alegria e otimismo.
Junto, foi lançada a paleta chamada de Magentaverse, o nome brinca com um assunto atual, o metaverso, que busca unir o virtual ao real.
Imagem por Pantone.
Juntamente com cores indicadas, combina com outros tons de rosa, verde, roxo e lilás, ou tons mais sóbrios como cinza, verde e azul acinzentados.
Por ser uma cor forte, é indicado usá-lo em alguns lugares que queira ser dado destaque.
Nas esquadrias, é usada em portas, principalmente de entrada. Por ser uma tonalidade forte e pouco usada, esta atrai os olhos das pessoas à casa, mas sem se tornar enjoativo aos olhos.
Já nas paredes e pisos, esta cor produz espaços vibrantes, destacando o local, podendo ser utilizada como peça central em ambiente monocromático, deixando-o muito mais descontraído.
Imagem por LIV Decora.
Utilização em móveis ou itens decorativos também são uma boa ideia, podendo ser usado, também, como elemento destaque, ou na criação de um espaço conceito.
Por fim, a utilização de plantas traz a tonalidade e a natureza para dentro do projeto, combinando com o propósito da escolha pela Pantone. Plantas como coléus, ou coração-magoado, dracena vermelha, bromélia e surfinia, são algumas ideias que podem ser usadas tanto no jardim, em áreas externas ou também, como parte da composição de ambientes internos.
Imagem por Metrick Projetos em 16/01/2023.

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.